Letter to my dear friend, Ladar Levinson

by osenhord

reputation4

Dear Ladar Levinson,

I know who you are and I know the importance of what you have been doing to protect top geeks and important mathematicians that see themselves and their work threatened by the dark side of the NSA intents. I have been living in poverty and hacking freelance like Snowden.
I live in London and got a bachelor with honours in computer engineering. As I am hacking freelance like Snowden I ended up trapped in poverty and have to attend psychiatrist consultations. It is unbelievable, as you may imagine, avoid ending up being sectioned by them in the psychiatric institution.
Last time I was more than six months sectioned in one of the psychiatry wards of Lambeth Hospital, in Brixton, London.
I could come out occasionally under strict rules during the day. But the exact day I am discharged and am coming out, that was as you can imagine a remarkable passage for me to come out, a couple from an higher extract of society, maybe from Chelsea I would say, was coming in to visit someone, and I could later that day verify that the singer and rock star Price, died at that precise time in the morning, certainly murdered by a Mafia aware of my coming out.

The name of my psychiatrist at this time is “Dr. Mathew O’Brien” which is certainly is real name. I tried at all costs to get to know his full name and to get a photocopy of his passport so that I could pass out information that I get about him to people I meet in the British Library, British Museum and Welcome Trust. But the National Health Services here deny you of this kind of information.
I am sure that he doesn’t work only for the public National Health Services, and he does not deny my guess that he is working in London, in the city, earning a lot of money as Consultant Psychiatrist.

The consultations and the things they say in a clear will to section me compulsory for psychiatric treatments in an institution end up being really hilarious and is a pity I can not show them in you with a video and/or audio reproduction.
Last time they decided to put me on 20mg of OLANZAPINE, daily, 800mg of LITHIUM, and injections of CLOZAPINE, wich would certainly kill me in a short time if I could not really avoid it.
The ascension of the new anti-psychotic from NOVARTIS, Clozapine, is unbelievable considering this drug is well known to dramatically kill white cells, literally destroying your immune system, aside from other well known toxicities of it, and on top an extreme depletion of ATP functioning at the cell level, which results, as I could verify last time I was forced to be administrated this medication, in literally having no energy to climb the stairs for one or two floors.
The reason this doctors prescribe it is clearly to do with the profits that may be getting from NOVARTIS stocks and royalties and other Big Pharma money trickery, that are very well known to be a common practice by the doctors that prescribe these psychiatry drugs.

I beg you please to reach out to some of your friends and networks to find out who this “Dr. Mathew O’Brien” really his and make life and fall of these bastards all the way difficult and remembering us of Princess Diana, Michael Jackson and Amy Whinehouse at all times… and Prince… and George Michael… and much more as you know…
Namely, I beg you please to pass out this information to people from “The Guardian”, “Wired” and “New Scientist” and VIPs from the Church of Scientology.
In that context, I highly recommend you the reading of the best-selling “Scientology Handbook” and to get to know the huge power of people from the Church of Scientology to reach out to help people being abused by psychiatry as I am certainly being.
Would be really interesting to analyse statistically and with charts the ascension of this psychiatric drug and the connection that the top prescribers of it may have with their money and royalties profits from NOVARTIS. A connection that for me is clear and that after my last visit and talk with him made me even more sure that there is a strong case to seriously investigate this.
This doctor, says the word OLANZAPINE with a clear mischievous laugh and delight in is face and in is voice, which any trained Scientologist would recognise straight away in a clear session, and last time he said also with a clear mischievous laugh and delight in is face and in is voice: “… AND MAYBE WE WILL HAVE TO ADD…>>>and slightly hesitates>>> CLOZAPINE. As he says this he moves not only his eyes but all his head to his colleague waiting for her laugh, I suppose, which she clearly denied keep righting notes as if he was a hilarious fool about the kind of man and geek he was in front of. Is unbelievable how that English lady looks to Emma Stone, the actress in La La Land, and I may certainly pass you on the name she uses and I can atest and assure you that her hand-written lettering is ultra beautiful if not more than the lettering of the literary and emotional actress Nicole Kidman, that I know well, have in high consideration and admire.

peter_gotzche

reputation2

Ando há anos pelas ruas de Londres a dizer a milhares e milhares e milhares de pessoas por todos os meios ao meu alcance que precisamos de identificação biométrica das nossas duas palmas das mãos em transportes, passagens de segurança como postos de meter fuél, postos dos serviços postais para enviar ou receber parcelas registradamente tanto no envio como na sua recepção, com selfies em formato de vídeo de um minutinho, para me dizerem que ainda vamos na do dedinho fingerprint de HERMAN e que fácilmente nos troca as voltas mudanto a RTPN para RTPinformação, e notar novo >>LOGO><< e dedinho de Hérman José, né?

Para termos desporto? De Alta Qualidade e de Todas as Modalidades Olímpicas? Só pode… Então é a isso que chamamos As Horas Extraordinárias, de uma Teresa Nicolau, ou Os Livros, de uma Inês Fonseca Santos. Ou chamamos mesmo o Canal RTP Hérman da Casa do Pessoal da RTP e da Casa Pia dos Desportos mais parecidos com Mais Futebol e Mais Óperas no Mezzo às cinco da tarde em ponto?

Será por causa destes Hérmans e João Baiãos que o Preço Certo em Valha-nos Santa Quitéria dos Euros continua a ter muito mais audiências que o telejornal do Professor Universitário e Escritor José Rodrigues dos Santos e muitíssimo mais ainda do que o Jornal de muitíssimo mais qualidade e exigência de erudição magnífica da RTP2 às nove e meia da noite? Será por isso ou será por andarmos a ver os desenhos animados errados quando queremos comer os melhores filetes de linguado sem espinhas marinados no mais maravilhoso molho para linguado 100% Vegan e 100% Budista?

 

Quer dizer, uma pessoa vem para Londres, vive cá há doze anos, e não consegue impôr que ninguém possa entrar ou sair de uma zona aeroportuária ou de uma zona desportiva à volta de um estádio municipal sem ela ficar sem todos os maços de tabaco, isqueiros ou Coca-Cola que traz consigo?

Quer dizer eu vou à Bomba do Relógio em Lisboa para meter fuél e pagar ou para meter fuél e comprar um corneto de nata e umas revistas?

Na minha concepção do mundo, eu já estaria à espera de receber grátis um bloco bem bom de “post-its” da GreenPeace ou da nossa Quercus com uma nuvem pensante e outra a dizer: “Eu penso, tá?”.

 

Quer dizer, ainda vamos nessa de que sistemas biométricos das pontinhas dos dedos são mais seguros, fiáveis e fidedignos, do que os que recolhem toda a informação e saliências características que transportamos nas mãos? Eu não vou. Já só vou na do: ainda não estamos todos lelés…

 

O Hérman José achou que era só ir para o tribunal alegando roubo de dinheiro por parte do seu jardineiro contabilista e guarda livros de ter lá por casa, metê-lo na cadeia como tem de ser feito a qualquer ladrão que hoje rouba mil, amanhã um milhão, e depois continuar a fazer sketches muita lindos e muita gigas e muita giras de uma Sandra Felgueiras feita Sandra Felgueiras Nazi, e mais isto e aquilo que lhe apetece e que vai dando sempre jeito para a sua Enciclopédia de O Maior Chulo Português de Sempre de Dinheiro Muita Muita Muita sujo: ou seja do CHEN, da Delta e das Histórias da Carochinha e da Casa Pia de isto parece que já foi há dois dias e já passa mais fácil…

Depois, claro lá vamos às nossas, que também são muito boas e vemos que há sempre uma boa revista cor-de-rosa para nos dizer que a mulher do tal Jardineiro Contabilista de Trazer Lá Por Casa já estava com um bom negócio capaz de o pôr a ele na cadeia, como vai acontecer logo que eu possa de facto aceder à Justiça em Portugal e accionar mecanismos para uma data de processos legais para os quais um emigrante português pobre e meio esquizofrénico de múltipla personalidade nunca tem para ser seu advogado.

 

E há tantas, tantas, tantas… que nem vos digo. Por quais começar? Pela marca HEINS que passado umas horas de eu falar na “BBC RADIO LONDON” sobre o consensualmente altamente prejudicial para a nossa Saúde componente bisphenol-a(BPA), que resulta do empacotamento de sopa de tomate e tomates em latas com as quais é sabido reagirem vem com um anúncio televisivo de… vou ali e já venho. Quer dizer, a HEINS descobriu nesse dia que eu estou mesmo pronto para resgatar todas fortunas privadas dos donos da HEINS, de os pôr na cadeia or uns quatro ou cinco anos e de obrigar a HEINS, mesmo, a decidir se vai despejar toda a sopa e tomate em lata de todo o seu stock, para um aterro sanitário, se a vai mandar para toda, todinha para a Somália ou se a vai passar toda para TETRAPACK A, antes de Daniel Alexandre, e TETRAPACK B, depois de Daniel Alexandre?

 

Ou devo começar pela Big Pharma dos medicamentos psiquiátricos que ainda tem, literalmente, a lata, depois de eu muito protestar e continuar a protestar quando descobri que muitas formulações em injecção de decanoato usavam na sua composição ÓLEO DE PINHO, de continuar a dizer nas bulas desses medicamentos psiquiátricos em injecção de decanoato que, e passo a citar, traduzindo do inglês “a formulação e composição destes medicamentos é exactamente a mesma da do medicamento com o mesmo princípio activo administrado em comprimidos. E que, este medicamento em injecção até é melhor do que o mesmo medicamento tomado em comprimidos, porque se tomarmos este mesmo medicamento [segundo dizem, exactamente igual mas que vos garanto por experiência própria e autoridade sobre o assunto diferente como o o dia com sol, nuvens e uns arcos-irís, e a noite com umas grandes trovoadas e umas grandes ventanias nas nossas janelas e nas nossas cabeças…] por não termos de nos lembrar de os tomarmos e ficar garantido o risco de nos esquecermos de os tomar ou os querermos evitar com tanta frequência.

 

Enfim, é eu arranjar um bom advogado que no meu sonho meu de sonho meu bambino seria de uma Inês Serra Lopes, de “O Independente” e “A Barra do Tribunal”, ou de um Daniel Proença de Carvalho e… será um fartote. Será um fartote e será certamente um “Senhor Engenheiro”, vos garanto! Que de ai Daniel e ai rapaz cála-te lá, já chega pelo menos há três, quatro, ou cinco estações…

 

Não me digam que o Ricardo Araújo Pereira vai mesmo mudar de casa para a semana, e já está a caminho do Cartório Notarial com a sua mulher e a mulher do Nobel da Paz na China, e das suas lindas filhas amigas do João Manzarra e da filha do José Alberto de Carvalho, que no Cinco para a Meia Noite nos diz com aquele desplante e sorriso na cara… “isto correu mesmo muito mal…”

 

Estaria ele a pensar na sua cabecita de jornalista à boca das urnas: na de muita gente?… Pois, as chamadas >>Golden Shares<<, vou ali e já venho…

 

Será que já estamos mesmo todos lelés e que já toda a gente se esqueceu e ou vai esquecer que uma senhora nos Estados Unidos da América, consegui vinte e seis mil milhões de dólares à Indústria Tabaqueira de aqui à atrasado, em Tribunal, que como sabem não funciona nem a carvão, nem a fogão de lenha, nem a tinteiros de impressora…

Anúncios